Especial Johnny Depp

Olá habitantes do mundo subterrâneo, “you know?”. Hoje é mais uma data especial para nós fãs do camaleão de Hollywood :3 , Johnny Depp completa 51 anos!Tive um probleminha com meu computador essa semana (Vírus...), então não tive muito tempo para escrever os posts especiais que acostumo a escrever. Enfim, resolvi escrever algo básico e comecei a pensar:
- Hum... Johnny Depp tem sua própria filosofia de viver e pensar gostaria de escrever sobre isso, mas como? Claro as tatuagens...
Foi mais ou menos isso ae... hihi. Nesse post vai ser sobre as inúmeras tatuagens de Johnny, suas origens e histórias.
 

“Meu corpo é meu diário e minhas tatuagens são minhas histórias.”

“Sempre entendi a tatuagem como uma forma de arte e todas às vezes a fiz com essa intenção, como um registro daquilo que sou uma espécie de diário. O corpo da gente é nosso diário.”

                                                                                                    - Johnny Depp

A cabeça de um índio Cherokee

Foi entre 1980 e 1982 que Johnny fez sua primeira tatuagem. É uma homenagem a sua avó Minnie que era da tribo Cherokee.

 

☛ Betty Sue

O nome de sua mãe “Betty Sue” tatuado dentro de um coração localizado no bíceps esquerdo foi tatuado por um grande amigo de Johnny, Jonathan Shaw um Nova-Yorkino que mora aqui no Brasil, no Rio de Janeiro!
 

☛ Winona ou Wino Forever

Foi em fevereiro de 1990 que Johnny apareceu com uma nova tatuagem no braço direito feita por Mike Messina. A original era “Winona Forever”, dedicado à sua então namorada Winona Ryder. Entanto eles se separam e Johnny resolveu retirar as duas ultimas letras ficando “Wino Forever” que significa “Bêbado para sempre”.

☛  ჳ

Johnny considera o número 3 seu número predileto.

“Três é um número da sorte especial pra mim. Ele é um número muito criativo. Triângulo, você sabe, como duas pessoas fazem outra pessoa. Três é um número místico mágico” diz ele.

☛ Os três retângulos

Sabe aqueles desenhos que nós fazemos quando estamos falando ao telefone ou em um momento para a distração? Um dos primeiros empregos de Johnny antes de virar ator foi telefonista, ele vendia produtos por telefone, às vezes ele tinha que inventar vozes diferentes e nomes para poder vender. Ele fala que foi suas primeiras experiências como ator e retratou isso em sua 5° tatuagem feita no seu dedo indicador.

☛ Death is Certain

Johnny tem uma tatuagem de uma caveira e ossos cruzados com as palavras “a morte é certa” em sua perna direita, feita também por Jonathan Shaw em 1993.
“Nós eramos como uma gangue nos anos 90, eu, Johnny, Jim Jarmusch e Iggy Pop.”. Nós até nos intitulávamos “Death is Certain Club”. Todos nós usávamos os mesmos anéis de caveira e tínhamos a mesma tatuagem. Uma caveira com os dizeres “Death is Certain”, todos nós, com exceção de Iggy temos essa tatuagem.
Iggy Pop que deu a ideia de tatuagem e ele escreveu uma música com esse título “Death Is Certain”. 

Um triângulo invertido

Foi feito no verão de 1993 por Jonathan Shaw em seu braço esquerdo em cima da tatuagem de sua mãe “Betty Sue”. A tatuagem dedicada à mãe, diz-se que significa amor e feminilidade. O triângulo invertido é uma pintura de Chasnik.

 ☛ Um símbolo do filme “O Bravo”

Também foi feito por Jonathan Shaw entre maio de 1998. Esse símbolo foi muito usado no filme “O Bravo” na qual Johnny dirigiu e interpretou.

☛ ? 

Mais uma tatuagem de O Bravo, é o mesmo ponto de interrogação com um “X” em vez do ponto na tatuagem anterior. Mais agora Johnny a tatuou em sua perna e Jonathan Shaw também tatuou o símbolo, ambos tem a mesma tatuagem.
 

☛ Lily -Rose 

 

Johnny tatuou o nome de sua filha após o seu nascimento. Foi feito por Jonathan Shaw em novembro 1999.

 

☛ Capitão Jack Sparrow e Jack Christopher Depp

Vocês já devem conhecê-la por Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra. No filme era uma simples pintura, mas Johnny decidiu fazer em definitivo logo depois do nascimento do seu segundo filho, Jack Christopher Depp III. Ela simboliza seu personagem o capitão Jack Sparrow com o nome de seu filho, a tatuagem sofreu uma pequena mudança à andorinha muda de direção.
“Você tem que tê-lo voando em sua direção. Ele tem que sempre voar de volta para você.” segundo ele.

☛ Silence, Exile, Cunning /O Três corações / Salve Ogum

 

                     1° Silence, Exile, Cunning

Foi feita em junho de 2008, Johnny tatuou os dizeres no interior do seu antebraço esquerdo “Silence, Exile, Cunning” que foram retirados do livro “Retrato do Artista Quando Jovem”, de James Joyce.

             2° Os três corações

Em abril de 2009 os paparazzi descobriram uma nova tatuagem de Johnny no tríceps do braço esquerdo durante as gravações de O Diário de um Jornalista Bêbado. Ele conta que os corações são para Vanessa, Lily-Rose e Jack.

        3° Salve Ogum

E em 2010, Johnny tatuou em seu antebraço esquerdo uma caveira com os dizeres “Salve Ogum”, Ogum é outro nome de São Jorge que diz ser o protetor das famílias e seus lares.

☛ Os retratos

                                          
Em uma premiere de Piratas do Caribe Navegando por Águas Misteriosas, Johnny comentou sobre suas novas tatuagens. No seu braço direito está o retrato de seu amando avô Jim e no braço esquerdo é a sua mãe Betty Sue como garçonete.
“É a minha mãe. Ela era uma garçonete no Holiday Inn em Kentucky. Este é o retrato dela quando garçonete…”.

O Gonzo

Um símbolo de “O Gonzo” foi tatuado na canela esquerda. Esse símbolo é associado a Hunter S. Thompson, um jornalista Gonzo.

☛ Mais uma caveira

Essa é mais uma homenagem ao seu personagem Capitão Jack Sparrow.

Um corvo

Johnny apareceu em agosto de 2011, próxima de sua mão esquerda com o símbolo do jogo “Rook Card Game”. Ele conta que era o jogo predileto de seu avô.

☛ Um hexagrama


Ainda em 2011, Johnny fez uma nova tatuagem em seu braço direito. Ele defende Damien, sobre o caso de West Memphis.

☛ Uma chave de caveira


Johnny e seu amigo Damien Echols fizeram essa tatuagem juntos.
“Fizemos a tatuagem simultaneamente. Ele estava em Los Angeles e eu estava em Nova Iorque e estávamos ao mesmo tempo no telefone, e enviávamos fotos um para outro mantendo controle no progresso e tudo mais.” – Damien Echols
Para Echols uma se você tem a chave mestra nenhuma barreira poderá segurar você, poderia abrir qualquer porta era incrivelmente mágico.

☛ No Reason


Johnny também é um grande amigo do músico Marilyn Manson. Em 2012, Johnny foi o guitarrista em alguns shows de Manson e regravaram a música “You’re So Vain” de Carly Simon com Manson no vocal e Johnny na guitarra e a lançaram em seu novo álbum “Born Villain”.  Logo depois os dois apareceram com a tatuagem “NO REASON” escrita em seus pulsos.

☛ Um tipo de talismã?

Foi no Japão durante a premiere de “Sombras da Noite” em 2012 que descobriram uma nova tatuagem um pouco acima do peito de Johnny. “Ela diz “irmão” do lado de fora e meu nome e o nome dele no meio dela.” – disse Mark Mahoney, um tatuador e amigo de Johnny.

☛ Um raio

Em 2012, enquanto filmava “O Cavaleiro Solitário”, Johnny foi adotado pela Nação Comanche e recebeu o nome Comache de “Mah Woo May” que significa “aquele que se modifica” hihihi. Depp apareceu depois com esse símbolo em sua mão esquerda, creio que seja algum símbolo da Nação Comanche.

 

☛  Jack, o menino guitarrista?

Ainda em 2012, Johnny foi convidado a tocar em um show do Aerosmith foi quando capturaram uma nova tatuagem, em seu braço esquerdo na parte posterior, um menino tocando guitarra mais só algumas semanas depois foi revelado o significado. Bill Carter ex- integrante da banda P, uma banda em que Johnny tocava, postou essa foto em uma rede social. Ele revela que é um desenho de Jack o filho mais novo de Johnny, Bill também é padrinho dos filhos de Johnny, já compôs uma música para Lily-Rose. 

☛ O homem sem rosto

Foi no final de 2013 em mais uma premiere de “O Cavaleiro Solitário” que Johnny divulgou sua nova tatuagem. Um homem sem rosto com os dizeres Oh man is a giddy thing” - Oh o homem é uma criatura inconstante em baixo, a frase foi retirada da música Sigh No More Mumford & Sons.

☛ As flores do mal

Ainda em 2013 o músico Marilyn Manson declarou a um evento de música sobre uma nova tattoo que ele e Johnny fizeram.
“Nós dois fizemos a mesma coisa. É bem dolorido, mas gratificante. É uma tatuagem gigante de uma árvore e um esqueleto que cobre minhas costas todas. É de “As flores do mal” de Baudelaire. Um dos meus livros prediletos.”

☛ Outros símbolos Comanches

Ambos foram tatuadas em 2012, na primeira foto é a bandeira da nação. Antigamente os Comanches eram conhecidos como “cobras” por isso a divisão das cores azul e vermelha eram os cobertores de lã usados para cavalar e o número quatro para os comanches é um número mágico por isso as quatros penas. E na segunda imagem, é uma cobra me formato de raio, para a nação raio significava chuva e chuva significa fertilidade. 

         Tatuagens desconhecidas

Ao todo são 35 tatuagens, mas não sabemos ao certo quantas tatuagens Johnny Depp possui em todo o seu corpo e algumas não sabemos o significado. Como por exemplo, foi confirmado, que pode existir uma tatuagem de três linhas verticais em sua perna esquerda.
Uma outra está localizada em seu braço esquerdo com os dizeres “Come with me… Slim”, Johnny nunca comentou sobre o significado dessa tatuagem.
Também existem na canela esquerda de Johnny algumas palavras em cima e em baixo da tatuagem “Gonzo” que nunca foram reveladas. E uma em sua mão direita semelhante a outro corvo compartilhada por Joel Harlow, Keenan Wyatt,Bill Carter e Damien.
The End.
Little Lovett

____________________________________________________________

Especial Helena Bonham Carter

Olá queridos Burtonianos! Perdoem-me a minha GRANDE ausência por aqui, me perdi no labirinto do castelo da rainha de Copas... Entretanto, iniciarei o meu primeiro post de 2014 com um especial (ou mais um especial ;\ ultimamente só venho escrevendo especiais). Todos sabem que a nossa diva Helena Bonham Carter faz 48 anos HOJE!!! E essa data não poderia passar em branco aqui no Tim Burton Fãs Brasil, então esse especial vai ser sobre da “Era Tilena e família” até os dias atuais. O que eu quero dizer é que vou escrever algumas curiosidades do período em que Helena conheceu Tim até os dias de hoje com seus filhos, personagens marcantes devido há grandes filmes, a parceria com Tim Burton e Johnny Depp entre outros...

Já se passaram um mês e duas semanas que iniciaram as filmagens de Planeta dos Macacos, o estúdio localizado em Los Angeles sofreu uma grande mudança agora com o cenário de selva e casas exóticas, era tudo muito real como se uma cidade habitada por macacos realmente existisse. O realismo que se encontrava ali mostrava uma das especialidades do cinema americano.

Era meio dia e o primeiro intervalo das filmagens começou. Helena Bonham Carter, que interpretava a macaca Ari, estava sentada fora dos estúdios quando o diretor Tim Burton juntou-se á ela. Foi em meio de tantas conversas em momentos como estes que a relação de amizade deles mudou. “Apaixonar-se por ele foi completamente inesperado. Quando você só vê alguém como amigo, você não espera que qualquer outra coisa. Havia definitivamente um momento em que algo completamente mágico aconteceu e nós dois concordamos que ele transformou a nossa relação.” Diz ela. No primeiro encontro com Tim Burton, ele a levou a um restaurante italiano e jantaram macarrão.

Assim formou-se o casal mais estranho de Hollywood que nesse caso o amor uniu nenhum pente separa. E mesmo vivendo quebrando as regras do padrão de celebridades são super-respeitados.

 

“Tim não faz cartas de amor. Ele faz desenhos de amor. Para ser absolutamente honesta, Tim não falou muito quando nos conhecemos em “Planeta dos Macacos”. Eu disse que era possível abrir um orfanato para todas as frases soltas de Tim Burton. Ele escreve agora, mas no começo, ele só me dava desenhos. Ele me cogitou mudamente com estes auto-retratos de sua cabeça sem corpo. Quem não se apaixonaria? Nós saímos em uma viagem e hibernamos em uma cabine. E vi ele desenhar" - Helena Bonham Carter

Até hoje Tim faz seus desenhos de amor para Helena, em 2005 ele desenhou um coração bem grande e no fundo do desenho Tim e Billy estão segurando. Ele atualizou o desenho em 2009 agora com ele, Billy e Nell segurando o enorme coração. Helena tem o costume de chamar Tim de “meu morceguinho”

Só quem não gostou muito disso foi Lisa Marie Smith, que é atriz e modelo, ela era a atual namorada de Tim Burton, ele a deixou para ficar com Helena... Em 2005, Lisa Marie como uma “vingança” fez um leilão com as coisas que Tim tinha deixado na casa dela.

Acho que vocês já devem saber que Tim e Helena vivem em Londres em casas separadas, são vizinhas eles abriram uma passagem. Eles acham que a privacidade é o segredo de um bom relacionamento e também por alguns probleminhas, o diretor tem insônia, “Também tem a questão do ronco” disse Helena explicando porque moram em chalés interligados e ela fala durante a noite, segundo ela "eu poderia ganhar um Oscar por dormir" .

“O meu pedaço tem a cara de Belatrix Potter. É uma espécie de chalé country, muito acolhedor. O dele tem Oompa-Loompas mortos espalhados e luminárias alienígenas de fibra de vidro. Mas também há sofás vermelhos legais do filme A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça. Então é uma mistura bacana”. Há rumores que na verdade são três chalés, o terceiro é para os filhos, porém nunca foi confirmado.

No dia 6 de outubro de 2003, Billy Ray Burton nasceu! O primeiro filho de Helena Bonham Carter e de Tim Burton. “Eu acho que o nascimento de Billy foi um pouco chocante para Tim.”

E em 2007, Helena ficou grávida de seu segundo filho. Na época ela estava trabalhando mais uma vez com Tim Burton e Johnny Depp, dessa vez estava realizando o sonho de interpretar Mrs.Lovett em Sweeney Todd o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet. Helena teve dificuldades para engravidar de Nell, algumas fases da gravidez tornaram-na tensa e as brigas com Tim ficaram frequentes.

“Nós sobrevivemos (como um casal), mas nem sempre tem sido fácil", explicou Tim Burton. "Em Sweeney Todd foi o pior, definitivamente o pior. Logo depois que descobri que ela estava grávida de Nell foi ae que tudo fez sentido.”

Logo depois, Helena fez uma lista com regras para trabalhar com Tim Burton. Foi no dia 15 de dezembro de 2007 que caçula da família Burton nasceu! Para o nome, a atriz até pensou em colocar “Helena”, mas já existiam muitas meninas com esse nome na linhagem familiar. Sua filha se chama Nell devido a seu personagem em Sweeney Todd, Mrs. Nellie Lovett.

 

Helena aceitou fazer o papel de Bellatrix Lestrange da saga Harry Potter. Ao longo das gravações tornou-se amiga de Daniel Radcliffe, Rupert Grint, Emma Watson, Tom Felton entre outros atores que para ela foi um grande prazer dividir aquele mundo mágico com eles. Helena ensinou Tom a como chorar em cena "Helena me deu uma dica de como chorar em cena. Ela disse 'fale ao seu cérebro que você não pode chorar e assim sairia mais fácil" comentou. Em 2011 Tom confessou que tinha uma queda por ela "Eu tive uma paixãozinha de garoto por Helena Bonham Carter. Ela é muito bonita".

Além de Tom, Emma e Helena se tornaram grandes amigas. Nas cenas finais de Harry Potter e as Relíquias da Morte parte I em que Bellatrix tortura Hermione foi tão comovente que todos que estavam trabalhando ao redor pararam para ver no final dela, elas se abraçaram por alguns minutos. Helena estava tão preocupada com Emma que não para de perguntar se ela estava realmente bem.

Depois dos fins das gravações, Helena levou Emma pra jantar. Elas conversaram sobre a fama na juventude. Emma disse que escreveu tudo em seu diário, e que está marcado como um dos dias mais importantes de sua vida.

 

No ano passado, Tim comentou pela primeira vez sobre as tensões que passaram em 2007 quando Helena ficou grávida de Nell. “Acho que eu e o Tim esquecemos de crescer”  Helena vive dizendo isso. Burton disse que achou a maneira perfeita de lidar com a esposa Helena Bonham Carter, sempre que estão nervosos, eles fazem uma guerra de armas de brinquedo que envolve a família toda. Foi nos estúdios de Alice no País das Maravilhas que começou a brincadeira. Helena interpretava a Rainha Vermelha.

 "Alice no País das Maravilhas foi bem", disse ele. "Alice foi muito bom, na verdade. Eu tinha uma arma Nerf e eu matava a tantas vezes para obter a minha tensão para fora."

Embora possa tenha havido problemas, Helena confessou recentemente para a revista Vogue UK que ela está mais feliz do que nunca.

"Eu estou realmente gostando da minha vida mais agora que eu já fiz", disse ela. "Meu trabalho é melhor, meus relacionamentos são mais ricos e, claro, eu tenho as crianças, o que faz eu me sentir tão sexy e tão feminina como eu já tenho."

- Agora aparece na lista dos melhores diretores do mundo, como é na privacidade de sua casa? É fácil de segurar? É também um bom diretor em seu casamento? 
Ninguém está no controle. É o caos, a anarquia. 

The End

Little Lovett

Espero que tenham gostado desse especial. Estou com novas ideias para mais posts de curiosidades.

Nós da equipe de Tim Burton Fãs Brasil desejamos a nossa diva Helena um feliz aniversário! Temos orgulho de ser fã de uma atriz tão talentosa em várias coisas.

____________________________________________________________

A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

Olá população de Sleepy Hollow! Doces ou travessuras? Muahaha finalmente o halloween chegou, então eu resolvi contar sobre A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça e suas curiosidades! 

Existem três adaptações ao The Legend of Sleepy Hollow (Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça). A original publicada em 1820 por Washington Irving, a de Tom Stoppard o roteirista do filme de Burton e a mais recente que ainda terá estreia em 2014 no canal Fox, Sleepy Hollow.

O conto de Washington Irving se passa por volta de 1790 em uma pequena cidade chamada Sleepy Hollow. É a história de Ichabod Crane um professor da pequena cidade que compete com o valentão Abraham Van Brunt, a mão da ingênua Katrina Van Tassel. Ela é a única filha do rico fazendeiro Baltus Van Tassel e o homem que casasse com ela seria um grande empresário de fato. Em uma noite, quando o jovem Crane deixava uma festa na casa dos Van Tassel, ele foi perseguido pelo suposto “Cavaleiro sem Cabeça”, um fantasma de um soldado germânico que foi decapitado por uma bala de canhão durante uma batalha da Revolução Americana, dizem que o cavaleiro cavalga durante a noite a procura de sua cabeça. Ichabod Crane desaparece misteriosamente deixando Abraham Van Brunt casasse com a jovem Katrina Van Tassel. Suspeito não? Há indícios que Abraham armou tudo e se fantasiou de o cavaleiro sem cabeça para ganhar a mão da jovem.

(Abraham Van Brunt é retratado no filme de Burton como Brom Van Brunt)

A versão do filme de Tim Burton foi escrita por Tom Stoppard que se passa em 1799, Ichabod Crane (Johnny Depp) dessa vez é um investigador medroso de New York que foi contratado para solucionar uma série de mortes em Sleepy Hollow. Ao chegar à cidade, ele descobre que seu trabalho não vai ser tão fácil assim. Seus superiores contaram a ele que era um simples caso, mas, oque se tratava ali naquela cidade era de um soldado germânico fissurado pelo prazer da matança que foi decapitado por sua própria espada pelos soldados ingleses daí veio o nome Cavaleiro Sem Cabeça (Christopher Walken), de alguma forma ele retorna com o objetivo de procurar sua cabeça decapitando todos que cruzavam a sua frente. Crane logo recebe a ajuda do jovem Masbath e da ingênua Katrina Van Tassel (Christina Ricci) para solucionar a Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça.

Quem interpreta o jovem Masbath é o ator Marc Pickering, seu mais recente papel foi em Os Miseráveis (2013), ele foi um dos protestantes na Revolução Francesa e SIM ele já trabalhou com Johnny Depp, Tim Burton e Helena Bonham Carter (“Garotinho” sortudo ;\)

Se vocês observarem algumas partes do filme, vão perceber que é muito semelhante à versão original como a rivalidade de Abraham Van Brunt (Brom Van Brunt) entre Ichabod Crane, a festa dos Van Tassel entre outros...

E a mais recente versão de A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça é Sleepy Hollow. É uma adaptação moderna da lenda que vai ter estreia como série no canal Fox em 2014. Confesso que eu gostei da adaptação e estou ansiosa para a estreia, pois conta é uma nova história. O Cavaleiro Sem Cabeça e Ichabod Crane retornam mais agora em nosso tempo, Sleepy Hollow ainda existe e está moderna, bem com o retorno da matança os policiais pedem ajuda a Crane... A série vai ser tipo um Sombras da Noite mais não com histórias de vampiros e sim do cavaleiro sem cabeça. Confirem o trailer da série:

http://www.youtube.com/watch?v=1hFg9qS_u3w

Depois de um ano trabalhando na produção de Superman na qual o filme foi abortado, Tim Burton estava cansado e indeciso, mas o produtor Scott Rudin foi a sua solução. Scott apresentou a Burton o roteiro de Sleepy Hollow (A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça - 1999), logo Burton se interessou pela história recordando a sua infância e adolescência.

Em uma entrevista Tim esclarece mais sobre isso:

- E oque te interessou no roteiro?

- Tinha trabalhado um ano em Superman e não sabia oque fazer. Então me mandaram o roteiro e gostei muito. Nunca fiz algo que fosse mais um filme de terror, e isso é engraçado, pois é o tipo de filme de que mais gostava na minha infância e adolescência. E a história é fascinante. Tem algo forte a respeito de um personagem sem cabeça, e ser capaz de fazer uma coisa assim sem ter que fazer isso (ele levanta a camisa e cobre a cabeça), que era a tecnologia usada até recentemente. E também quero voltar a fazer um filme na qual você constrói um cenário e faz coisas que são menos manufaturadas. Estamos usando a tecnologia para fazer algo mais, não só para adicionar personagens, mais como um filme à moda antiga.  

O cenário da cidade de Sleepy Hollow foi construído em apenas três meses, naquela época era o maior set construído na Inglaterra. Tim pediu ao roteirista de Shakespeare Apaixonado, Tom Stoppard para reescrever o roteiro do filme de terror. Ele conta que foi uma sugestão de Scott Rudin e que foi uma coisa boa. O espírito do roteiro era de Andy Walker então Burton se envolveu mais e dirigiu o filme.

“Trabalhei bastante com ele, e acho que aconteceu é que ele levou a coisa até onde podia, mas ainda faltava algo. Mesmo uma pequena nova perspectiva da coisa pode ser algo bom, apenas um mínimo de um tempero diferente. Ele é muito talentoso e tranquilo. E é aberto, não é daqueles ’’ Oque eu escrevo é ouro... ’’ Ele é bem divertido de se conversar e é muito inteligente.”

O elenco como sempre esta incrível contando com a participação de Johnny Depp (Ichabod Crane), Christina Ricci (Katrina Van Tassel), Christopher Walken (Cavaleiro sem Cabeça), Michael Gambon (Baltus Van Tassel), Christopher Lee (Juíz. Essa foi à primeira participação de Christopher nos filme de Tim Burton), Miranda Richardson (Lady Van Tassel), Casper Van Dien (Brom Van Brunt), Jeffrey Jones (Reverendo Steenwyck, Jeffrey interpretou Charles Deetz em Beetlejuice).

O filme iria ser em preto e branco, mas os produtores não gostaram muito da ideia então o filme ficou meio monocromático.

The End

Espero que tenham gostado e um horripilante halloween á vocês...

“Cabeças vão rolar.”

                                                                                                                                                                                  Little Lovett.

                                                                                                                                                                                           __________________________________________________________________________________________________________________________________

Especial Tim Burton

Olá Burtonianos, HAPPY BURTON-DAY atrasado! Como todos sabem nosso mestre Tim Burton completou 55 anos no domingo e resolvi voltar com mais um especial homenageando agora o Tim :3 . Peço mil desculpas por não postar no dia 25 de agosto, essas últimas semanas foram cheias para mim e eu teimosa como sempre fui escrever no dia 25 mesmo com esperanças que possa postar pela noite... 

Era uma vez um menininho chamado Timothy Walter Burton que tinha o seu próprio mundo em sua mente, ele vivia em Burbank na Califórnia com seus pais Bill Burton e Jean Erickson e seu irmão mais novo Daniel Burton. Na escola Tim não era o melhor aluno (Acreditem!) mais ele se explica em uma recente entrevista: (Eu fiz uma rima? hihi)

É verdade que, em Burbank Middle School você não era o melhor aluno?

Onde você leu isso? Que mentira! (Risos) Mas não fui e eu não me sintia mal na escola, porque a maioria dos meus colegas não eram bons alunos. Havia muito poucos que eram bons, a maioria não. Tem a ver com os professores. Tive a sorte de ter um ou dois professores que me inspirou um pouco. Leva apenas uma pessoa a mudar a sua vida, mas o resto era ruim. Então eu não estava tão interessado no estudo. 

Tim também sempre que podia fugia para a biblioteca da escola e ficava escondido lá lendo os poemas de Edgar Allan Poe. Não era muito comum ver meninos daquela idade lendo livros ou poemas, os meninos de Burbank sempre liam gibis de super-heróis, mas Burton não conseguia entender as histórias, pois ele sempre trocava os quadrinhos e se perdia então ele deixou os gibis de lado e vivia nos contos de Edgar Allan Poe... Tim fugia também de sua vida doméstica para os clássicos filmes de terror, seus filmes prediletos eram com o ator Vincent Price, sua grande inspiração e ídolo até nos dias atuais.

Com 13 anos Tim já fazia alguns curtas-metragens seja em forma de animação ou como mostrou em Frankenweenie, Tim brincava com seu cachorro Pepe de fazer filmes de monstros. Com seu irmão não deu muito certo, em uma das cenas de seus curtas Tim encenou com um machado o assassinato de seu próprio irmão, os vizinhos ficaram tão assustados que chamaram a polícia... 

(Tim sua mãe Jean e seu irmão Daniel)

Mais tarde ele cursou o Instituto de Artes de Califórnia e criou muitos curtas até que chamou a atenção da Disney Corperation. Lá ele ajudou na criação de vários filmes como O Fantástico Sr.Raposa, Caldeirão Furado, O cão e a Raposa e entre outros, também criou alguns curtas que foram televisionados pela Disney infelizmente em seu 8° curta-metragem (Frankenweenie) ele foi demitido por ser “assustador” demais para as crianças... Mais a carreira de Tim no cinema não acabou e sim estava apenas começando uma looonga filmografia que marca muita gente, que criou uma legião de fãs, que mostrou um outro lado do mundo do cinema!

O ator Paul Rubens conhecido por interpretar o Pee-Wee Herman assistiu Frankenweenie e achou que Burton seria a pessoa certa para dirigir seu próximo longa-metragem, o Pee-wee's Big Adventure! O filme foi um sucesso e Tim gostou da ideia de ser diretor.

Logo depois em 1987 Tim dirigiu Os Fantasmas se Divertem, o filme se tornou um clássico do terror e da comédia! Vocês estão lembrados dos jogadores de futebol americano que estão confusos por morrerem ou não no em um acidente de avião?  O acidente de avião que eles se referem foi do voo 571 que em 1972 caiu nas Cordilheiras dos Andes. Com as condições drásticas os sobreviventes não tiveram escolha, mas para sobreviver aos 72 dias que se passaram, até que foram resgatados eles utilizaram a prática do canibalismo, comendo alguns dos passageiros do avião, incluindo os membros da equipe.

No filme muito dos desenhos de Tim ganharam vida como aquela serpente do deserto com o corpo listrado e dentes assustadores. Quem deu a personalidade ao Beetlejuice foi o ator Michael Keaton, Tim explica a escalação do ator para esse papel:

“Muitas pessoas questionaram a escolha de Michael Keaton como Beetlejuice, mas tudo estava em seus olhos eram selvagens, entrou no personagem e fui em frente com ele. Foi a primeira vez que uma testemunha personagem para o que estava crescendo dentro de um ator. Sempre que eu me encontrei com Michael me deu novas ideias sobre onde devemos dirigir-nos”.

Então lembre-se! Se quiser contrata-lo fale três vezes seguidas o nome Beetle_ _ _ _ _.

 

O 3° longa-metragem de Tim foi Batman e nesse novo filme do homem morcego o vilão de Gotham City agora é o Coringa (*-*) interpretado pelo Jack Nicholson e Michael Keaton foi o homem morcego dessa vez.

 

Michael Jackson foi convidado para compor algumas canções para a trilha sonora mais o convite foi recusado por causa de algumas complicações em sua agenda. O rei do pop foi ou ainda é o atual dono das mãos de Edward Mãos de Tesoura! Depois de sua morte a família Jackson fez uma leilão beneficente, há rumores que Lady Gaga é a atual dona...

 

Em 1990 Tim entrou em uma nova empreitada! Agora ele é o diretor do filme Edward Mãos de Tesoura, no princípio o filme seria um musical mais os produtores optaram por um filme normal. Muitos atores como Tom Cruise, Jim Carrey, Robert Downey Jr. e até mesmo o rei do pop Michael Jackson chegaram a se interessar pelo papel de Edward! Felizmente o papel foi para Johnny Depp e foi o começo dessa grande amizade entre Burton & Depp. Na época Johnny estava namorando a atriz Winona Ryder (Lydia de Beetlejuice) e convenceu à namorada de interpretar a personagem Kim. Depp teve que emagrecer 11 kilos para interpretar Edward, durante as gravações na Flórida, Depp desmaiou por causa do calor e de seu figurino ser muito justo. O bairro onde Edward vive com sua nova família foi inspirada em Burbank a cidade natal de Tim! As casas são reais são de um bairro nos arredores de Tampa, na Flórida enquanto a trilha sonora, Tim pediu ao vocalista da banda pós-punk The Cure o Robert Smith para compor a trilha sonora de seu filme mais Robert recusou, pois estava ocupado gravando um de seus discos de mais sucesso “Disintegration” e também por não conhecer os trabalhos de Burton direito... Alguns fãs da banda (Como eu) sempre comparam Robert com Edward por seus cabelos serem parecidos, falam que Robert é o irmão mais velho de Edward (:B). O filme também conta com a presença do grande Vincent Price, ele interpreta o pai de Edward. Infelizmente esse foi o ultimo filme de Price. 

Após um período, Tim voltou à animação agora produzindo o filme em forma de stop-motion O Estranho Mundo de Jack! A criação do estranho mundo de Jack começou por uma ideia que subiu na mente de Burton após observar que os enfeites de Halloween estavam sendo trocados pelos enfeites de natal, logo depois Tim pegou essa ideia e transformou em um poema que virou filme, é incrível a forma de Burton pensar!

 

Em 2001, depois de uma série se filmes e mais alguns curtas, Tim refilma o clássico Planeta dos Macacos. Há críticas que o trabalho de Burton foi tão bom quando o original, comparando com o de 1968 toda a maquiagem, o cenário, personagens... Estão fantásticos e muito parecidos com o clássico de 1968. O ator Charlton Heston, que participou do Planeta dos Macacos original, está por trás do macaco velho e sábio no filme!

 

Enquanto isso nos bastidores...

Foram durante os intervalos que Tim Burton e a atriz britânica Helena Bonham Carter se conheceram! Entre tantas conversas eles viram que os dois tinham muitas coisas em comum... E acabaram se apaixonando um pelo outro e assim foi formado o casal mais estranho de Hollywood!

 

Considero 2005 uns dos melhores anos que já teve, pois foram lançados DOIS FILMES DE TIM BURTON COM JOHNNY DEPP E HELENA BONHAM CARTER hihihi O primeiro foi A Fantástica Fábrica de Chocolate mais um remake de Burton que muitos consideram tão bom quando ao original... Tim tem essa magia de transformar o original em uma coisa mais fantástica ainda! Johnny Depp interpretou o excêntrico chocolateiro Willy Wonka e Helena a mãe do pequeno Charlie, a Sra.Bucket.

A Nestlé produziu 1850 barras de chocolate verdadeiro para os sets de filmagens. Foram usados ao todos 206.563 galões de chocolate falso para compor o rio de chocolate. O segundo filme de 2005 foi A Noiva Cadáver, Tim depois de um longo período ele remota a produzir filmes em animação. Johnny e Helena emprestam sua voz para os personagens Victor Van Dort e Emily a noiva cadáver.

 

The End

 

Little Lovett

__________________________________________________________________________________________________________________________________

By the sea Mr.Tim (or Mr. T)

 

Olá pequenos Burtonianos sonhadores! Depois de dois especiais seguidos GIGANTESCOS vamos viajar agora para o mundo do teatro e conhecer um pouco mais sobre o musical  famoso de Stephen Sondheim, Sweeney Todd O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet.

 (Sweeney Todd o musical da Broadway de 1979)

Em 1979, Stephen Sondheim e Hugh Wheeler fizeram a adaptação da peça Sweeney Todd o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet de 1973, Stephen Sondheim como compositor e Hugh Wheeler como roteirista do musical. O musical estreou na Broadway e logo conquistou um grande público... E como uma das lendas de Londres não podia passar pela Inglaterra? A peça também passou pela a Europa em 1980 e o público britânico ficou bem satisfeito com o musical. Tim prestigiou o musical em 1979 quando estava estudando no instituto de artes de Califórnia CalArts e virou um grande fã da história, mesmo não sendo fãs de musicas (até hoje) ele voltou várias vezes para rever a peça. Um ano depois Helena teve a sua vez de prestigiar o musical, com 13 anos, seus pais a levaram para assistir e ficou encantada igual ao Tim...

Depois de todo o sucesso muitos diretores, produtores... Ficaram interessados em trazer a peça para as telonas e sempre estavam à procura de Stephen Sondheim para ser o roteirista mais ele sempre recusava até que em 2003 o diretor Sam Mendes contratou John Logan para fazer o roteiro e convidou Stephen Sondheim para ser o compositor e dessa vez ele aceitou mais Mendes acabou largando o projeto em 2005 para dirigir o filme Soldado Anônimo, então os produtores pensaram... Quem seria o diretor mais qualificado para dirigir esse filme? Tim Burton! Por que não? Era a chance de Tim de realizar seu sonho, ele foi uns dos diretores que tentou levar a peça para o cinema, é um grande fã do musical e sua esposa também e por que não convida-lo? Em 2006 Tim Burton foi anunciado que iria dirigir o longa, Tim se juntou com John Logan (Que depois dessa louca empreitada entrou para a produtora de Johnny Depp) parar criar o roteiro.

Tim escalou seu grande amigo Johnny Depp para o papel do barbeiro demoníaco (Você pode saber mais sobre a escalação de Johnny Depp para o filme acessando esse post da página Sweeney Todd – Brasil que é uma das páginas oficial do nosso fã clube: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=194546284039598&set=a.186802498147310.1073741828.186668454827381&type=1&theater) e sua esposa, Helena Bonham Carter para o papel da Mrs.Lovett. Helena teve que se esforçar para ganhar o papel, ela já estava preparada para interpretar Mrs.Lovett, sempre foi o seu sonho interpreta-la em um musical. Ela teve aulas de canto e de cozinha e enviou a Stephen Sondheim 12 fitas de áudio para afastar acusações de nepotismo.

No elenco também estavam Alan Rickman que interpretou o juiz Turpin, Timothy Spall (Beadle), Jamie Campbell Bower (Anthony Hope) e Sacha Baron Cohen (Adolfo Pirelli). Sacha para conseguir o papel cantou a trilha sonora de Um Violinista do Telhado para Tim Burton e também teve aulas de 16 horas com seu barbeiro para saber como manusear uma navalha e como barbear outra pessoa...

 

Como sempre a fantástica Collen Atwood foi escalada como figurinista, ela foi responsável pelos belos vestidos da Mrs.Lovett e de Johanna... E os belos trajes do juiz Turpin, Beadle, Anthony... Johnny deu um toque especial ao seu personagem e Tim ajudou! Johnny acrescentou uma bela “gravata” e um suporte para que carregue suas navalhas para todo lugar e Tim deu a ideia de seu personagem ter uma faixa branca em seu cabelo que representa sua dor por tudo que aconteceu com o barbeiro... 

(Desenhos de Collen Atwood)

O filme foi um grande sucesso, o público ficou encantado com a história e por verem pela primeira vez Johnny Depp e Helena Bonham Carter cantando! Apesar de todo seu estilo e atmosfera e finalmente Tim e Helena realizaram seus sonhos...

 

“Depois que eu ganhei o papel da Sra. Lovett pela via tradicional de um longo processo de audição, Tim chegou a minha cozinha olhando chocado. "Achei este desenho original de 20 anos atrás", disse ele. “Parece você e Johnny”. Eu desenhei antes, eu sabia que você existia." Tudo começa com um desenho. De uma imagem minúscula cresce um grande movimento. Deus sabe, talvez ele me chamou à existência. Meus pais pode contestar isso. ’’

 

The End

Little Lovett.

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Especial Johnny Depp

Hey Burtonianos! Chegou mais uma data especial para nos, o nosso divo Johnny Depp está completando 50 ANOS hoje. Johnny parece que foi imortalizado como o vampiro Barnabas Collins, ele não envelhece!

Neste post irei compartilhar com vocês curiosidades da vida de John da sua infância até os dias atuais, irei contar um pouco sobre o divertido Tio Johnny, a grande amizade com Tim e Helena, curiosidades de seus filmes e etc.

John Christopher Depp || nasceu em Owensboro, Kentucky no dia 9 de Junho de 1963 por volta de 8:44 da manhã, ele é o caçula da família Depp, Johnny tem três irmãos Christie, Debbie e Danny. Seu pai, John Christopher Depp era engenheiro e sua mãe era Betty Sue Palmer era garçonete em uma cafeteria. A família Depp se mudava frequentemente,

Johnny passa a maior parte do tempo com seu tão amado avô que era um índio Cherokee (Foi daí que venho à inspiração para uma de suas tatuagens), ele o chamava de Paw Paw, recentemente Johnny tatuou uma foto de seus avós em seus braços. Logo depois seu avô veio a falecer, neste mesmo ano a família mudou-se para Flórida, onde seu pai trabalhou como diretor de obras públicas.

 

“Pawpaw e eu éramos inseparáveis. Ele morreu quando eu tinha 7 anos, o que, para mim, foi muito grave, Às vezes sinto que ele está por perto. Acredito em fantasmas. Vou ser um deles um dia. E até com mais energia. Eu sei que meu Pawpaw está por perto, me vendo, me orientando. Às vezes ouço ele me chamar. Ouço mesmo! Por que iria inventar uma coisa dessas? Tenho a nítida sensação de que Pawpaw está por aí”

 

Ainda abalado com a morte de seu avô, Johnny se tornou um aluno relapso e desinteressado a escola. Com 15 anos a situação piorou depois que seus pais se divorciaram e Johnny se tornou mais rebelde ainda, sua mãe entrou em depressão por causa do divorcio e ficou muito doente, então resolveu sair da escola para cuidar dela e começou a vender canetas e até trabalhou como telemarketing.

 

“Era uma exploração. Tínhamos que mudar de voz a cada ligação que fazíamos para ele ou ela dizendo que tal pessoa havia sido sorteada para ganhar um lindo relógio que era raro... Bastava à pessoa fazer um pedido de ''tantos dólares'' em produtos da marca para receber o prêmio. Depois eles enviavam um relógio barato para a pessoa... Foi uma das minhas primeiras experiências como ator”.

 

A situação só melhorou quando seu tio que era pastor levou-o a igreja, John se encantou pelo som da guitarra vendo seus primos tocando música gospel. Sua mãe comprou uma guitarra por 25 dólares, e Johnny ficava trancado em seu quarto ao som de suas bandas prediletas Rolling Stones, Beatles, Oasis, Iggy Pop, Led Zeppelin, Aerosmith, Kiss aprendendo a tocar guitarra, para Johnny o maior guitarrista do mundo é Keith Richards e sua música preferida na adolescência era Seasons of Wither, do Aerosmith.

 

“Meu primo tinha um grupo de música gospel na igreja, e foi à primeira vez que vi uma guitarra elétrica”, ele se recorda. “Fiquei maluco pela guitarra, e minha mãe comprou uma para mim por 25 dólares. Me tranquei no quarto durante um ano e aprendi a tocar sozinho, tirando música dos discos.”

 Johnny tinha outros interesses também mais a música foi uma paixão constante. Quando tinha 12 anos, John amava a banda Kiss e gostava de imitar o vocalista Gene Simmons que, tal como ele, também tendo engolir fogo. Mas Johnny acabou se queimando.

“Eu devia ter uns 12 anos” Ele lembra. “Nós amarramos uma camisa na ponta de um bastão, encharcamos de gasolina e pusemos fogo. Depois enchi a boca de gasolina e soprei. Só que meu rosto pegou fogo, e saí correndo pela rua com o rosto em chamas. Obviamente, minha mãe ia ver meu rosto todo queimado, então resolvi mentir. Disse que estávamos soltando fogos de artifícios e que um deles estourou em mim. Ela acreditou. Ninguém, e muito menos ela, gostaria de ouvir: ‘É, eu enchi a boca de gasolina e soprei um bastão em chamas, mãe’. A história dos fogos de artifícios era mais fácil para ela e para mim também; ela acreditou e se benzeu. Foi uma das coisas mais estúpidas que já fiz na vida – não a maior delas, mais a pior até então -, e olha que já fiz muita bobagem!”

Johnny tinha outros ídolos como o dublê de moto Evel Knievel, adorava toda história da Segunda Guerra Mundial. Com o passar do tempo seus pais estranhavam ao ver o filho que não parava de ler sobre a Alemanha nazista. E Johnny vivia recriando episódios imaginários da série Hogan’s Heroes, seriado humorístico exibido na Tv americana, sobre prisioneiros na Segunda Guerra Mundial. Na mesma época Johnny vivia assistindo a serie Dark Shadows. Johnny também adorava futebol americano e vivi torcendo pelos times “Miami Dolphins” e “Arizona Cardinals”.

The Kids

Johnny se juntou a banda Flame que se apresentava em bares. A banda ficou famosa e passou a se chamar The Kids e abria shows da banda famosa Iggy Pop.

Você pode conferir uma de suas apresentações nesse vídeo:

 http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tDDV_w3HF8A 

Na época Johnny conheceu e se casou com a maquiadora Lori Ann Allison que o apresentou ao ator Nicholas Cage. Os dois ficaram muito amigos e Nicholas sugeriu a Johnny que ele fosse ator. Esse encontro resultou a sua estreia no cinema, no papel do jovem de cabelo espetado que se tornou uma das vítimas do vilão Freddy Krueger em A Hora do Pesadelo de 1984.

Johnny aceitou os fazer os filmes Férias do Barulho, Queimando-se lentamente (Tv), Platoon que foi um grande filme de sucesso. A carreira no cinema de Depp estava ótima mais sua banda e seu casamento não, a banda The Kids se separou e por causa dos filmes Johnny estava cada vez mais distante de Lori e os dois acabaram se separando também. Sua carreira decolou quando Johnny aceitou o papel de fazer o jovem Tom Hanson em Anjos da Lei uma serie de Tv, estava em todas as capas de revistas teens. Johnny havia se tornado um ídolo juvenil e odiava a sua fama estava cansado da serie e fazia de tudo para que a serie seja cancelada. Finalmente a série acabou e Johnny estava livre, voltando ao mundo do cinema, ou melhor, ele encontrou o Estranho Mundo de Tim Burton.

“Tim Burton me salvou de ser mais um pedaço de carne de Hollywood”

 

Edward Mãos de Tesoura foi à primeira parceria entre Tim e Johnny, onde tudo começou. O filme é um grande sucesso até hoje marcado pelo estilo Burton, pela a trilha sonora de Danny Elfman, por toda sua a história... 

(Carta de Tim Burton enviada para Johnny Depp)

 

Johnny se apaixonou novamente, agora pela atriz Winona Ryder que interpretava Kim, os dois formavam um casal perfeito. Durante as gravações, Johnny desmaiou porque seu figurino era muito apertado e os dias de calor na Flórida eram de 37° C, o fato que ele teve que emagrecer 11kilos para interpretar Edward também ajudou...

Depp & Burton se deram muito bem, tinham muitas coisas em comum assistiam os mesmos filmes, séries, escutavam as mesmas músicas, até seus escritores prediletos eles tinham em comum.

Até 1999 muita coisa aconteceu na carreira de Depp, mais uma vez a distância tinha acabado com a vida amorosa de Johnny mais ele encontrou um novo amor, um amor que ele nunca sentiu antes, ele encontrou a atriz francesa Vanessa Paradis. No dia 27 de maio de 1999 sua filha Lily-Rose Melody Depp nasceu ao som de uma música de Keith Richard, sim Johnny durante a sala de parto colocou uma das músicas do guitarrista da banda Rolling Stones para tocar. Até 1999 Johnny já havia feito três filme com Tim Burton, Edward Mãos de Tesoura, Ed Wood e A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça. E para fechar o ano com chave de ouro Johnny ganhou sua estrela na calçada da fama.

(Johnny Depp, Betty Sue, John Christopher e Vanessa Paradis)

 

Chegamos aos anos 2000 e mais sucessos estão vindo por ai...

No dia 9 de abril de 2002 nasce seu segundo filho, o pequeno Jack John Christopher Depp III, e como fez com Lily- Rose (Johnny tatuou a nome da filha no peito), Depp tatuou uma gaivota voando sobre o mar com o nome de seu filho abaixo da imagem que representava um dos seus personagens mais famosos.

Johnny agora é um pirata em Piratas do Caribe, o filme rendeu sua 2° indicação ao Oscar... Johnny diz que se identifica muito com seu personagem, o lendário capitão Jack Sparrow.

Os anos se passaram e Johnny se tornou uma lenda por seus papéis originais, por sua longa parecia com Tim Burton e nossa diva Helena Bonham Carter também entrou na lista dessa pareceria. Johnny se tornou padrinho dos dois filhos de Tim e Helena, o pequeno Billy e Nell.

Você confere uma pequena entrevista sobre a relação entre Johnny e os “sobrinhos”

 

Como é Johnny Depp com seus filhos? Porque ele é o padrinho dos dois, não é?

Helena Bonham Carter: “Sim, dos dois. Nós fizemos isso porque Nell me mataria mais tarde quando descobrisse: ‘Como ele ficou com o Johnny Depp! ’

Ele é colossalmente generoso. Mas é engraçado, ele está diferente a cada vez que Billy o vê, então ele não terá ideia de como está Johnny.

Ele sempre o chama de “Tio Johnny”, mas nós estamos sempre dizendo: “Aquele é o Tio Johnny”.
Mas ele sempre parece assustado – Johnny foi Sweeney Todd, Willy Wonka… É assustador. Então as duas crianças ficam um pouco assustadas com Johnny, eu acho.

Ele faz coisas ótimas… era um aniversário pirata, então Johnny enviou um visual completo do Jack Sparrow com uma peruca impressionante. Mas ele não ficou interessado naquilo… Ele queria usar a versão de náilon do Woolworth!

Mas eu devo dizer que ele tem o padrinho perfeito, Johnny Depp. O que torna Johnny tão perfeito é que ele faz oque se espera que todo pradrinho faça, ele manda os presentes mais extraordinários que existe!

E ele não manda somente para as crianças, mas para mim e para o Tim também. Ele até fez uma festa pirata para Billy e todos foram vestidos em fantasias.”

                                                                                                         The End

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Definitivamente não sei resumir, mais uma vez conseguir escrever um post gigante...

Feliz aniversário Johnny! Você é ótimo como ator e como pessoa e isso é oque mais admiro.

Obrigada Corpse Wonka pela grande ajuda.

 

Little Lovett                                                                     

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Especial Helena Bonham Carter

 

Olá Burtonianos! Como todos sabem hoje é um dia SUPER especial, hoje a nossa diva Helena Bonham Carter completa 47 aninhos e para homenagea-la irei falar sobre seus filmes, sua família, Tilena...

Esse post irá ser contado em uma forma especial:

Capítulo 1:

Bonequinha de porcelana

Era uma vez uma menininha chamada Helena Bonham Carter que nunca soube crescer. Ela vivi em Londres e sempre demonstrou o seu orgulho de ser britânica. Ela tem dois irmãos Edward Bonham Carter e Thomas Bonham Carter. Sua mãe Elena era psicoterapeuta, acabou que sua profissão gerou uma inspiração para Helena em seus futuros projetos (Dra.Julia Hoffman) e seu pai Raymond Bonham Carter era banqueiro comerciante e diretor substituto que representava o Banco da Inglaterra.

Capítulo 2:

Obrigada Mrs.Lovett

Com 11 anos seus pais a levaram para assistir o musical Sweeney Todd (1977), ela se apaixonou pelo musical se tornou fã junto com seus pais, sua personagem predileta é a Mrs.Lovett, tinha decorado todas as músicas, amava musicais e sempre sonhou em fazer parte de um.

“Meus pais eram grandes fãs”... “Eu andava pelo, que constava, com os penteados da Mrs.Lovett”.

                                                                                                                                                         Helena Bonham Carter

Acredito que Mrs.Lovett foi uma das suas primeiras influencias para Helena se tornar atriz.

Teatro de Londres

Capítulo 3:

O início

Em 1982, Helena teve estreia como atriz em um comercial de TV com apenas 16 anos mais só em 1983 participou de um longa-metragem. Ela aceitou seu primeiro papel em A Pattern of Roses, ela interpretava a jovem Netty Bellinger.

A Pattern of Roses era mais um conto romântico Inglês que envolve um mistério fantasmagórico. Enquanto os pais do jovem Tim Ingram estavam reformando a casa, o menino estava à procura de alguma forma de acabar com o seu tédio quando descobre sobre um garoto de 15 anos que viveu na mesma casa que a família Ingram vivia e havia morrido em 1910. Tim investiga, mas encontra acontecimentos do passado sendo espelhado na sua própria vida.

Com 20 anos sua carreira decolou com seu segundo filme, Uma Janela para o amor (1985). Era a primeira vez que trabalhou com a atriz Maggie Smith. O elenco também conta com os aclamados atores Judi Dench e Daniel Day-Lewis.

Helena era a uma jovem inglesa, Lucy Honeychurch que viaja para Florença, logo no inicio do século XX. Chegando lá, ela conhece o Sr.Emerson (Denholm Elliott), um velho advogado, e seu filho, o jovem rapaz George Emerson (Julian Sands) e os dois se apaixonam, mas ao retornar para a Inglaterra terá que decidir se irá continuar com seu noivo Cecil Vyse (Daniel Day-Lewis) ou sua nova paixão.

Ao longo dos anos, Helena continuava com a carreira de atriz com a maioria dos filmes com tema romântico. Helena fez filmes como Hamlet (1990) uma obra de William Shakespeare, Por onde os anjos não passam (1991), Frankenstein de Mary Shelley (1994), Poderosa Afrodite (1995) um filme de Woody Allen, Noite de Reis (1996) outra obra de William Shakespeare, Doce Vingança (1998), Livre para Voar (1998)...

Então chegou o momento que Helena jurou para si mesma que nunca mais iria colocar um espartilho, a maioria de seus filmes utilizavam a peça e resolveu mudar. Em 1999 ela aceitou o papel de fazer a rebelde Marla Singer em Clube da Luta. O filme foi um grande sucesso e até hoje marca a carreira dos atores que fizeram parte dessa "empreitada louca".

Capítulo 4:

Onde tudo começou

Depois de jurar para si mesma que nunca mais iria usar roupas apertadas, espartilhos... Helena agora está presa atrás de uma máscara de macaco que demorava quatro horas e meia para ser colocada todas as manhãs, e quase duas para ser retirada.

“Fico com vontade de arrancar meu rosto”.

                                                                                              Helena Bonham Carter

Helena agora está em Los Angeles interpretando a macaquinha Ari em Planeta dos Macacos do diretor Tim Burton. O sucesso já estava presente, o filme era o mais esperado do Verão e de repente, depois de se tornar uma grande amiga do diretor, ela descobre que está apaixonada por Tim Burton.

“Apaixonar-se por ele foi completamente inesperado. Quando você só vê alguém como amigo, você não espera que qualquer outra coisa. Havia definitivamente um momento em que algo completamente mágico aconteceu e nós dois concordamos que ele transformou a nossa relação.”.

                                                                                                       Helena Bonham Carter sobre Tim Burton

“Mesmo por baixo daquela máscara, eu vi o quanto ela era linda”.

                                                                                                        Tim Burton sobre Helena Bonham Carter

Os dois formam um lindo casal,são como almas gemias, tem os mesmos gostos, não gostam de pentes, gostam de pendurar Oompa Loompas e cabeças decapitadas na àrvore de Natal, formam o casal mais estranho de Hollywood.

Capítulo 5:

Olá pequeno Burton!

Era 6 de outubro de 2003 e o primeiro filho de Helena Bonham Carter e de Tim Burton nasceu. Billy Ray Burton nasceu em Londres e adivinhem quem é o padrinho? Johnny Depp é claro.

Helena estava “casada” com Tim Burton, tinha um filho e estava gravando mais um filme com Tim Burton, Big Fish (Peixe Grande). O filme é adorado por muito Burtonianos, supersensível, emocionante e fantástico, Helena faz dois papéis no filme a Jennifer Hill e a Bruxa.

Tim concedeu uma missão a ele mesmo a fazer o filme Peixe Grande para o pai, já que desde pequeno os dois não se entendiam muito. O filme é de 2003 e conta sobre Edward Bloom (Albert Finney), seu passatempo predileto era contar a todos sobre as aventuras que viveu, seu filho William Bloom (Billy Crudup) não gostava, pois queria saber a verdade por trás das fantásticas histórias de seu pai, até que seu pai fica doente e Will dedica o seu tempo que está com o pai para juntar os pedaços...

Capítulo 6:

Burton+Depp+Carter

Helena aceitou trabalha novamente com Tim, agora eles estavam filmando um grande filme de sucesso, A Fantástica Fábrica de Chocolate com Johnny Depp. Finalmente chegou uma oportunidade de esses três trabalharem juntos e é só o começo. A Helena interpretou a mãe de Charlie a Sra.Bucket e Johnny interpretou Willy Wonka

~> A Nestlé providenciou 1850 barras de chocolate verdadeiro para os sets de filmagens. 
Foram usados 206.563 galões de chocolate falso para compor o rio de chocolate.

~> Foi a 2° de quatro filmes parceria com o ator Chirstopher Lee entre Tim Burton. O ator é um grande amigo do trio e uma forte inspiração.

~> Johnny conseguiu convencer Tim a escalar o ator Freddie Highmore para o papel do pequeno Charlie Bucket, pois em projetos anteriores, Johnny ficou impressionado com o trabalho de Freddie.

Em 2005 ainda o trio se juntou novamente em mais um filme de Tim Burton, A Noiva Cadáver Helena prestou sua voz para Emily a noiva cadáver e Johnny para o jovem atrapalha Victor Van Dort.

Capítulo 7:

“Eu matei Sirius Black”

Para o delírio dos fãs, Helena assinou o contrato e vai ser Bellatrix Lestrange em Harry Potter a Ordem da Fênix. Em 2007 a Leninha vai ser uma Comensal da Morte, uma “amante” do vilão Voldemort e vai matar o parente mais querido do bruxinho.

Foi à primeira vez de sete filmes que Helena trabalha com Alan Rickman e Helena reencontrou novamente com a atriz Maggie Smith. A atriz Helen McCrory (a irmã de Bellatrix) foi escolhida para interpretar a personagem Bellatrix Lestrange, mas teve que desistir do papel por ter engravidado.

Capítulo 8:

Olá pequena Burton

Era 15 de dezembro de 2007 e mais um Burton Carter nasceu, Helena deu a luz a Nell Burton.

  “Eu tive uma menina, e ela é linda."..."Olhe, ela não é linda? Ainda não estraguei essa como fiz com Billy mimando até não poder mais” (risos)

                                                                                        Helena mostrando uma foto de Nell Burton numa entrevista pra uma revista brasileira.

Johnny também é padrinho de Nell.

E essa é a family Burton Carter

Capítulo 9:

O retorno de Mrs.Lovett

Em 2007 Tim deu um grande presente para Helena e não há como negar que foi um presente, um sonho se realizando para os dois. Tim resolveu gravar o musical Sweeney Todd o barbeiro demoníaco da Rua Fleet reunindo o trio novamente.

Tim também assistiu o musical em 1980 e virou um grande fã, desde que entrou no mundo do cinema sonhava em fazer um remake do musical. Em parceria com Stephen Sondheim o produtor musical da peça, escalando Johnny Depp para o papel do barbeiro e Helena como Mrs.Lovett, Burton rodou o filme.

No final depois de muito sangue e cantoria o filme levou o Globo de Ouro de melhor filme e ator e o Oscar de Melhor Direção de Arte.

The End.

________________________________________________________________

Post grande não é mesmo? Tentei resumir ao máximo mais olha oque saiu...

Feliz aniversário Helena!

“Um sonho começa quando um filme da Helena é assistido, e um remorso vem quando ele acaba”.

Obrigada diva por me ensinar tudo oque eu sou hoje.

Ah e não se esqueçam, essa semana tem mais aniversariantes importantes!

Amanha Lily-Rose a filha do nosso querido Johnny faz aniversário. No mesmo dia o mestre Christopher Lee completa 91 anos e seria aniversário também do nosso outro mestre Vincent Price. E no dia 29, Danny Elfman faz 60 anos! A semana vai muito especial.

 

Espero que tenham gostado, até a próxima!

 

Little Lovett.

_________________________________________________________________________________________________________________________________

   Jack’s

Hey Burtonianos!

Vemos que Tim tem muito carinho com seus personagens, sempre vemos inúmeros desenhos, autógrafos com alguns de seus personagens, a casa do Tim é toda decorada com o seu mundo, mais vejo que Jack Skellington é especial, acho que é uma marca do mestre. Nesse post gostaria de compartilhar com vocês um pouco disso e mostrar também que Jack não está só no filme The Nightmare Before Christmas.

 

O filme O Estranho Mundo de Jack é o filme favorito de muitos Burtonianos, lançado em 1993 foi o primeiro filme a ser produzido em forma de Stop-motion e marcou volta de Tim Burton para os estúdios Disney depois de ser demitido após ter produzido o curta Frankenweenie, a Disney considerou muito aterrorizante para as crianças mais o filme foi um grande sucesso e trouxe a Disney ao topo novamente, naquela época os estúdios enfrentava uma crise após um dos seus diretores de animações que produziu inúmeros filmes de sucesso como A Bela e a Fera, Aladim, A Pequena Sereia... Ter falecido.
A primeira aparição de Jack foi em 1988 no filme Os Fantasmas se Divertem, ele aparece no topo do chapéu do Beetlejuice. Tim revelou que a inspiração para a história de The Nightmare Before Christmas foi baseado quando ele reparou que os produtos do Halloween de uma loja foram trocados pelas mercadorias de Natal.

 

A segunda aparição de Jack foi em James e o Pêssego Gigante dirigido por Henry Selick o mesmo diretor de The Nightmare Before Christmas, foi à segunda parceria de Burton com Henry.
                                     Confira:
https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8CSS7cYSyag
E por último em 2009 Jack “aparece” no filme Caroline em mais uma produção de Henry Selick:

 

 
Beijos Burtonianos! Espero que tenham gostado até a próxima...
Little Lovett

 

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________

        Tim Burton 

                          em

                     Vida de ator

 

Olá Burtonianos! Primeiramente peço mil desculpas pelo meu desaparecimento por aqui, as épocas de provas começaram e eu fiquei ausente, mais agora eu voltei! Neste post eu irei contar sobre a participação de Tim Burton em alguns filmes como ator. As aparições nos filme são pequenas mais vale muito apena conferir.

A primeira atuação de Tim foi em seu 3° curta-metragem Doctor of Doom de 1979. Tim na época trabalhava para a Disney em suas animações, estava envolvido nos filmes A Raposa e o Cão e em O Caldeirão Mágico.

 

 

Você confere o curta aqui: http://www.youtube.com/watch?v=Vu9dsjlsx3Q

Vocês já assistiram Os Muppets de 1979? Reconheceram alguma voz meio familiar? Se vocês reconheceram era a voz do Tim! Ele dublou um dos personagens, Tim em uma entrevista revelou que foi muito divertido ser um Muppet que é muito fã dos filmes que foi uma honra e foi um sonho realizado.

 

A boatos que Tim aparece em seu 5° curta Luau de 1980. A foto abaixo são dos bastidores do curta.

 

O curta se dividi em quatro partes confira:

http://www.youtube.com/watch?v=ExC9GrWWHFs&list=PL0A8906F6124162A7

Em 1992 Tim apareceu no filme Vida de solteiro como o jovem Brian, o filme fez um grande sucesso na época.

 

 

Você confere a participação de Tim aqui: http://www.youtube.com/watch?v=ikLJDaVStww

 

Ainda em 1992 após o grande sucesso de Batman – O Retorno, Tim ficou um grande amigo do ator Danny deVito que interpretou o vilão Pinguim. Danny lançou o filme Hoffa – O Homem, uma lenda, o elenco conta com a participação de Jack Nicholson e Tim Burton.

No vídeo abaixo o Tim ainda APARECE COM OS CABELOS PENTIADOS hihihi

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=sNCTBH1Llpc

E o mais recente ainda foi no filme Homens de Preto. No filme apareciam vídeos de famosos como Justin Bieber, Lady Gaga entre outros que pareciam está sendo monitorados pela organização secreta, Tim aparece rapidamente. Você confere na foto abaixo: 

 

Espero que tenham gostado do post de hoje.

Até a próxima!

Little Lovett

___________________________________________________________________________________________________________________________

Burton in Wonderland

Hey Burtonianos! Hoje trago a vocês algumas curiosidades de um lugar encantador cheio de criaturas loucas, eles dizem que para sobreviver, você precisa ser louco como o Chapeleiro, acho que com essa pista vocês já devem ter descoberto que hoje eu irei falar sobre O País das Maravilhas, então entrem na toca do coelho Burtonianos! 

 

Só na primeira semana de lançamento nos EUA que teve a data de estreia no dia 5 de março de 2010, o filme Alice in Wonderland foi o mais visto e que mais faturou no país, o filme também recebeu o título de “maior estreia em 3D” superando a estreia do até campeão global em bilheterias em todos os tempos que era o Avatar. Foram ao todo 4.295.178 ingressos vendidos em todo o mundo e Alice arrecadou US$ 116 milhões no pais ao todo foram 1.024.299.904 de dólares.

O elenco conta com a participação de Johnny Depp (Chapeleiro Maluco), Helena Bonham Carter (Rainha Vermelha),Alan Rickman (Absolem),Timothy Spall (Bloodhound), Anne Hathaway (Rainha Branca), Mia Wasikowska (Alice), Crispin Glover (Valete),Christopher Lee (Jaguadarte), Imelda Staunton (Uma das Rosas falantes) ... Grande parte do elenco já fez parte da saga Harry Potter. O filme foi um grande sucesso com seus efeitos visuais e também foi lançado em 3D, 90% do filme foi feito com a tela verde, foi à primeira vez que Tim utilizou a tela verde em seus filmes e foi declarado que muitos atores e produtores sentiram náuseas por causa da tela verde menos Tim que tinha lentes especializadas em seus óculos. Ocorreu também uma série de atrasos nas filmagens do filme mais acabou não prejudicando nada... Mais por que será que ocorreu essa serie de atrasos? 

Vocês sabiam que nos filmes Sweeney Todd,Alice no País das maravilhas e o mais recente Sombras da Noite os filhos do Tim Burton e Helena Bonham Carter aparecem? Billy aparece em três filmes e Nell ainda não tinha nascido quando Sweeney Todd estava sendo filmado mais ela aparece em Alice no Pais das Maravilhas e em Sombras da Noite :

 

Nell e Billy em Sombras da noite (Quando Vick chegando na estação de trem )

Billy em Sweeney Todd o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

Billy e Nell em Alice no Pais das Maravilhas

Vocês já se perguntaram como o Chapeleiro ficou louco?Quem já leu a história de Lewis Carroll deve conhecer mais ou menos. A loucura do Chapeleiro foi inspirada, digamos, em algumas histórias reais, no século XIX as pessoas que trabalhavam em fábricas de chapeis usavam uma cola que tinha uma grande quantidade de mercúrio e quando eles acidentalmente furavam os dedos algumas vezes essa cola penetrava na corrente sanguínea e na maioria dos casos eles ficavam meio loucos mais só afetava essa parte, no caso do Chapeleiro quando ele trabalhava para a Rainha Branca deve ter penetrado uma grande quantidade desse tipo de cola para afetar até seus cabelos, sua pele, seus olhos até mesmo as suas roupas mais essa parte já é sobre o País das Maravilhas, suas roupas mudavam de cor com os seus sentimentos quando estava triste eram cinzas,quando estava ansioso suas roupas ficaram marrões e quando estava feliz estavam coloridas.

 

 

Gostaram do pequeno passeio no País das Maravilhas ? Espero que sim.

Até a próxima...

 

Little Lovett

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Por trás das câmeras de a Noiva Cadáver

 

Olá Burtonianos! Estou de volta agora com as curiosidades sobre A Noiva Cadáver, um filme que marca muito o Estranho Mundo de Tim Burton, que traz de volta alguns atores e atrizes que Tim costuma a trabalhar, vou falar sobre a volta do stop-motion nos filmes do Tim, sobre alguns atores que sempre gostamos de vê-los de volta nos seus filmes...

O título original é Corpse Bride foi lançado aqui no Brasil dia 21 de outubro de 2005 e teve a produção de 40 milhões e a bilheteria de 20 milhões de dólares e marcou a volta do Stop-motion nos filmes do Tim que ao todo teve 34 cenários em miniaturas, as filmagens levaram 55 semanas em Londres e cada equipe de produtores conseguiam em media produzir 4 segundos de filme por semana, os bonecos são feitos de aço e cobertos por silicone.

 

Os produtores que Tim trabalhou declararam que parece ser cansativo fazer filmes em Stop-motion mais pelo ao contrário, eles falaram que é muito interessante e até divertido.

O filme consegue agradar a todos muitos dizem que é bem parecido com o filme O Estranho Mundo de Jack. A história se passa em Londres em pleno século XIX conta a história do jovem atrapalhado Victor Van Dort (Johnny Depp) que é obrigado pelo seus pais William Van Dort (Paul Whitehouse) e Nell Van Dort (Tracey Ullman) a se casar com a jovem Victoria Everglot (Emily Watson) mais logo depois os dois se apaixonam, no ensaio de seu casamento Victor acaba falhando e foge do noivado nervoso e acaba se casando acidentalmente com Emily a noiva cadáver (Helena Bonham Carter) e o leva para a terra dos mortos,enquanto sua verdadeira noiva Victoria espera por ele... 

 

A Noiva Cadáver foi à quinta parceria de Johnny Depp nos filmes do Tim e a quarta parceria com a Helena Bonham Carter. Foi a 1° vez que Johnny participou de um filme de animação. Tim também escalou um dos seus ídolos o mestre Christopher Lee ele dublou o Pastor Galswells foi à terceira vez que os dois trabalharam juntos.

 

Espero que tenham gostado! Até aproxima.

Little Lovett

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Criando O Estranho Mundo de Tim Burton

Olá Burtonianos! Esse é o primeiro post sobre curiosidades, aqui eu irei falar das curiosidades dos filmes, dos personagens e até alguns atores que marcam muito o universo Burton. Hoje o post será sobre as curiosidades da infância do Tim Burton, oque influenciou Tim a cria seu mundo, seus filmes que sempre envolvem uma parte da sua infância.

                                    

 

Timothy Walter Burton nasceu em Burbank, Califórnia,no dia 25 de agosto de 1958, era um menino solitário, pois preferia a amizade de seu cachorro Pepe e seus filmes de terror que assiste desde seus três anos de idade. Era ignorado pelas pessoas normais por seu estilo, isso era uma das causas de sua solidão. Tim desde sua infância fugia dessa vida cotidiana para as obras de Edgar Allan Poe que era conhecido por suas histórias de mistério e terror e tornou-se um dos ídolos de Tim junto com o ator Vincent Price, Christopher Lee... Com os filmes de terror como Godzilla, Horror Of Dracula (Drácula), House on Haunted Hill, a série Dark Shadows (Que Tim corria para casa depois da escola para assistir), Nos domínios do medo... Ajudaram Tim a criar seu mundo.

 “Quando você não tem muitos amigos nem uma vida social você se distancia do resto da sociedade; é como se estivesse olhando por uma janela, mais existem muitos filmes bizarros por aí, então você consegue aguentar bastante tempo sem amigos”.

                                                Tim Burton

Com treze anos Tim fazia curtas-metragens como no filme Super 8 onde um grupo de crianças brincava de fazer seus próprios filmes.Seus primeiros curtas estavam mergulhados nos clássicos filmes de terror, com o passar do tempo Tim foi crescendo junto com seu mundo desenvolvendo vários curtas-metragens no Instituto de artes de Califórnia o primeiro foi inspirado em O Lobisomem (1971),seu segundo curta foi The Island of Doctor Agor (1971), o terceiro foi Stalk of the Celery Monster (1979 ),o quarto foi Doctor of Doom (1979) até que seu curta chamado Stalk of the Celery Monster chamou a atenção da Disney Corperation.

                                             

Logo depois desenvolveu seu quinto curta que foi televisionado apenas uma vez pelo canal Disney Channel norte americano que se chamava Hansel and Gretel (1982), seu sexto curta foi Luau (1982), Tim em seu sétimo curta homenageou seu grande ídolo Vincent Price em Vincent (1982) em forma de Stop-Motion, em preto e branco e próprio Vincent Price narrou um poema de Tim Burton contando a história de um pequeno garoto que fingia ser um dos personagens de Vincent Price e seu oitavo curta foi Frankenweenie (1984) era a história de Victor um menino que seu melhor amigo é Sparky seu cão um dia quando Victor estava brincando com Sparky seu pobre cão sobre um acidente e acabou sendo atropelado por um carro.Depois de dias depressivos Victor decide ler sobre formas de ressuscitar seu pobre cão e acaba descobrindo o livro de Frankenstein. A parti daí Victor ressuscita Sparky dando um grande shock e fazendo alguns ajustes em seu cão. Infelizmente a Disney não ficou contente com esse curta e acabou demitindo Tim por muitos gastos e por ser assustador demais para as famílias mais logo depois em 1993 Tim retornou com o grande sucesso de O Estranho Mundo de Jack e o mais recente Frankenweenie (2012) em stop-motion e em preto e branco.

------------------------------------------------------------------------------ 

Bem isso é tudo Burtonianos até a próxima! 

 

Little Lovett

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!